Tema de seminário, merenda vegetariana já é realidade em SP

Alimentos com proteína de soja no lugar da carne, desconhecidos de boa parte dos paulistanos, passarão a compor o cardápio da merenda nas escolas municipais. Através de um programa da Secretaria de Educação, periodicamente os alunos dessas unidades de ensino terão refeições vegetarianas.

O escondidinho e o macarrão à bolonhesa em versões em que a soja substitui a carne já foram testados em algumas escolas da Prefeitura e tiveram boa aceitação, como anunciou Daniel Guth, da Secretaria de Educação, em um seminário sobre merenda vegetariana realizado nesta segunda-feira na Câmara Municipal.

O vereador Roberto Tripoli (PV) defende que a novidade nas escolas paulistanas terá reflexos no resto do país, mas reconhece que é um projeto “que leva tempo e é difícil”.

Para Guth, a inclusão da soja na merenda facilita inclusive a logística de abastecimento, uma vez que o produto é mais facilmente transportado e armazenado. A rede municipal de ensino atende um milhão de crianças.

Buth explicou também que a mudança na merenda faz parte de um conjunto de medidas que a Secretaria está adotando para incentivar hábitos saudáveis entre as crianças.

Entre as novidades na alimentação está a inserção de granola e cereais na merenda e a redução do uso do sal. Fora isso, Daniel Guth adiantou que em breve deve ser lançado um programa de uso de bicicletas para alunos que quiserem ir pedalando para as aulas.

Fonte: Câmara Municipal São Paulo

Please follow and like us: