Roberto Falanga Júnior – Florianópolis – SC

Olá, como vão vocês? 
  
Desculpem-me pela minha demora em me apresentar, mas aqui vai. Parei de comer carne há 12 anos apenas por um motivo: respeito aos animais. Na época, todos diziam que eu voltaria a comer carne em breve, mas, desafiando todas as previsões, continuo aqui, hoje com 31 anos. Parei de comer carne apenas porque acreditava que apenas ela era originada da morte. Continuei assim até junho do ano passado, quando (eu sou – era – maluco por queijo) descobri como o coalho era feito e, numa difícil decisão, parei de comer queijos. Eu quase não comia ovo, então, já que havia parado de comer queijo, por que continuar com os ovos? Parei também. 
  
Este ano, após uma série de pesquisas atrás de receitas de queijos (que eu pudesse fazer sem coalho) descobri uma série de outras informações a respeito de nossos amigos animais e tornei-me há pouco mais de dois meses, um vegan (principiante). Mas tenho tido alguns problemas de difícil resolução, principalmente com relação à higiene pessoal: sabonetes, shampoos, perfumes; sem contar os problemas de alimentação: ninguém havia me informado que margarina vegetal não é tão vegetal assim.  Mas esses são problemas que eu discutirei com vocês na lista. 
  
Tenho uma namorada que também não come carne há quatro anos e que se tornou vegan (também princiante pelos mesmos motivos que eu) no mesmo dia. Ela também vai se inscrever na lista e vai se apresentar a vocês. Na minha família, meu pai era vegetariano na sua adolescência e tenho uma prima que é ovo-lacto-vegetariana desde os 12 anos, a qual eu pensava concordar com minha decisão mas disse à minha mãe que eu sou radical. Os outros da famíliam nos perturbam com velhas piadas de moita. Não é uma droga isso? No começo eu até ria, mas agora isso me incomoda de tantas vezes que eu já ouvi. 
  
Vocês não acham que devia ter um rótulo em cada um dos produtos vegan, do tipo "Ok para Vegan" ou simplesmente "Vegan" como existe na Inglaterra? Assim nós não teríamos que desperdiçar tempo lendo listas indecifráveis de ingredientes nos rótulos dos produtos. Por falar nisso, enfim ouvi uma piada nova sobre vegans: Vocês sabem quantos vegans são necessários para trocar uma lâmpada? Dois: um para rosqueá-la e outro para verificar no rótulo se não tem nenhum ingrediente de origem animal na lâmpada. Quem fez essa piada não imagina o nosso sofrimento de ler aquelas letras miúdas, mas é bem pensada. 
  
Fico muito feliz por poder conversar com vocês. Enfim um grupo de pessoas com quem posso conversar. 
  
Abraços 
  
Roberto Falanga Júnior 
Florianópolis SC 
falanga@floripa.com.br 
  
  
PS: Vocês não acham triste quando alguém diz: "Você não come carne? Nossa, você não sabe o que está perdendo!" como se você jamais tivesse colocado, infelizmente, um pedaço de um animal dentro da boca?

Please follow and like us: