Respeito

Nosso alojamento é num centro de formação de povos tradicionais. Estes últimos logo levam nossa conversa, no café-da-manhã, à triste história do confronto dos imigrantes europeus com os índios. Alguém conta, com entusiasmo: “No evento paralelo à Conferência da ONU sobre Biodiversidade, há alguns dias, presenciei um ritual marcante. Foi na ‘aldeia dos índios’. Sob o olhar curioso de muitos visitantes ainda em busca de sua própria alma, um homem rezava e ofertava chá à Mãe Terra. Para os índios, este ritual é tão sagrado quanto é uma missa do Papa para os imigrantes brasileiros. Eles têm muito respeito pela Terra! Eles pedem autorização para prepará-la para o plantio. Eles falam com ela com carinho quando vão comer. E nós?”

Uma agricultora completa: “Eu tenho muito respeito por eles. Nós temos muito a aprender com eles, pois nós ‘europeus’ só queremos produzir e ganhar dinheiro. Foi bom que estivessem presentes em grande número no COP8-MOP3. Suas conferências paralelas e rituais foram visitados por muita gente. Eles são para nós uma consciência viva.”

Please follow and like us: