Quero virar vegano, mas ainda estou inseguro…

Da lista veg-brasil 

Olá a todos,

Meu nome é Maurício, gostaria da ajuda de vcs, através de conselhos e informações, para deixar de ser ovolacto-vegetariano, para virar vegan total.Estou ainda com duvidas e inseguro se será facil ou dificil .Quem puder me responder, ficarei extremamente grato.
Abraço
Maurício

Oi, Maurício…
Seja bem-vindo. Se vai ser fácil ou difícil se tornar vegan, isso depende, cada pessoa possui dificuldades diferentes, pra coisas diferentes. Eu considero fácil. E acredito que mesmo que no início seja difícil pra você, com certerza se tornará fácil depois de pouco tempo, pois à partir do momento que você entra em contato com essa realidade, logo você entenderá em um nível mais profundo que o racional, que sabor nenhum, nem hábito nenhum do mundo vale o sofrimento de um animal inocente, e então nenhum esforço será necessário. É como o Sérgio Greif citou em um e-mail anterior: "toda longa jornada começa com um primeiro passo". Por que não dar esse passo hoje? Mesmo que você venha a cair amanhã, sempre é tempo pra se levantar de novo e seguir em frente. E muitas pessoas nem chegam a cair,
pode ser o seu caso.

Pode contar comigo no que precisar. Na minha página você encontra algumas informações gerais, mas se tiver dúvidas, ou precisar de alguma informação mais específica, é só dizer que eu farei o que puder pra te ajudar, e tenho certeza que várias pessoas na lista farão o mesmo.
Abraços,
Karina
São Paulo
escolhavegan@bol.com.br
www.escolhavegan.cjb.net

Oi Maurício,

Acho que se você explicitasse as suas dúvidas ficaria mais fácil ajudá-lo.

Eu fui ovo-lacto por quase 3 anos e a pouco mais de 1 ano adotei a alimentação vegan. É uma transição meio trabalhosa pois temos que fazer mais substituições nas receitas e a alimentação fora de casa fica mais difícil. Mas é só uma questão de tempo, quando você se acostumar flui bem e não existe sacrifício.

O meu maior problema era o café da manhã, como ficar sem leite e manteiga? Hoje como pão com patê, ou torradinhas com azeite, suco de laranja, uma fruta e uma xícara pequena de café (sem açúcar).

A minha saúde vai bem, obrigada. Melhor do que quando eu era ovo-lacto e comia quilos de doces. Sendo vegan fica mais difícil comê-los porque quase todos os doces têm ovos e/ou leite. Acabei me acostumando e fiquei viciada em doce de banana (sem açúcar).

Explique melhor o que você gostaria de saber.

Beijos,

Érica.

Érica,
obrigado pela ajuda, minhas maiores dificuldades seram em pequenos detalhes, como o café com leite, o pão com queijo, etc…
Outro grande problema que enfrento é em relação minha familia.Acabei de fazer 18 anos, e há um ano sou ovolacto-veg., isso já causou um grande impacto para minha familia.
Mas isso se torna irrelevante quando se trata de uma causa tão digna.Muito obrigado por sua atenção.
Abraço
Mauricio

Oi Maurício,

>minhas maiores dificuldades seram em  pequenos detalhes, como o café com leite, o pão com  queijo, etc…

Exitem algumas trocas que podem ser feitas com sucesso. Algumas pessoas gostam de leite de soja e o tomam com café. Eu não suporto leite de soja, prefiro suco de laranja. No começo eu estranhei bastante mas hoje nem lembro que existe leite. Até o meu marido, que parecia um bezerro demamado e é um carnívoro convicto, não sente mais falta do leite. O chá também é uma boa opção.

Para o queijo você tem a alternativa dos patês, os de Tofu são muito gostosos mas não duram muito. No livro da Ana Maria Curcelli – Cozinhando sem crueldade – tem várias receitas de patês. Quando tiver um tempinho mando umas para você ir testando.

> Outro grande problema que enfrento é em relação minha familia.Acabei de fazer 18 anos, e há um ano sou ovolacto-veg.,

Isso você vai ter que enfrentar com jeitinho e firmeza. Nunca afrontando as pessoas, que neste caso tendem a adotar uma posição defensiva, e mostrando que você sabe o que está fazendo e está firme na sua decisão. Aqui na lista já trocamos várias dicas que podem te ajudar, dê uma olhada nas mensagens antigas da lista. Só que eu não sei como faz isso ( a Marly tinha me ensinado, mas eu perdi a minha caixa de entrada por causa de um vírus ),
outra pessoa da lista pode te ajudar.

Ter uma alimentação livre de crueldade dá um pouco de trabalho mas é uma alegria e não um sacríficio. Quando a sua família entender isso, e passado o susto inicial, ela vai acabar te apoiando.

Sou bem mais velha que você mas sou filha única, quando parei de comer carne minha mãe quase teve um treco. Passou um ano fazendo carne e chatagem para que eu comesse. Hoje, ela mesma quase não come carne.

Boa sorte!

Beijos,

Érica.

Oi Maurício, Guilherme, Carol, Bruno…
Bom, minha opinião sobre o assunto… Como o Bruno estava dizendo, todos os vegetarianos/vegans sofrem preconceitos, o negócio é se manter firme na sua posição. Muitas vezes é uma luta diária, muito mais difícil do que deixar de comer certas coisas, ou ter que ficar lendo ingredientes do que você for comprar. Mas o mau exemplo dos outros (preconceitos, brincadeiras de mal gosto, desrespeito etc) só servem pra mostrar ainda mais quem é que está certo. Ontem mesmo eu escutei comentários jocosos de umas pessoas que nem meus amigos são (graças a Deus), sobre a vitela, que o bezerro é morto antes de sair da barriga da mãe (coisa que eu nem sabia). O pouco caso às vezes chega a esses extremos. No caso dos seus pais, Maurício, a questão é mais delicada, porque eles de fato se preocupam com você. Muitas pessoas pensam que adolescentes não tem nada na cabeça e se guiam por modismos ou pelo grupo de amigos. Alguns realmente são assim, mas não se pode generalizar. Acho que a melhor solução aí é você conversar com seus pais sobre o assunto, mostrar que você sabe o que está fazendo, pode não resolver 100%, mas deve
melhorar a situação.
Abraços,
Karina
São Paulo
escolhavegan@bol.com.br
www.escolhavegan.cjb.net


Please follow and like us: