Quantos são os vegetarianos?

Nova Pesquisa do Ibope revela que 8% dos brasileiros se declaram vegetarianos (2012)

 http://www.ibope.com.br/pt-br/noticias/paginas/dia-mundial-do-vegetarianismo-8-da-populacao-brasileira-afirma-ser-adepta-ao-estilo.aspx 

Pesquisa do Ibope revela que 9% são vegetarianos (2011)

http://www.ibope.com.br/calandraWeb/servlet/CalandraRedirect?temp=5&proj=PortalIBOPE&pub=T&db=caldb&comp=IBOPE+M%EDdia&docid=092582CC36D2FBFB8325784800405FB8

Pesquisa da Escola Superior de Propaganda e Marketing no final de 2010 contabilizou 4% de vegetarianos entre jovens de São Paulo e Rio, das classes A, B e C. Nos EUA, um em cada cinco universitários já aboliu a carne.

https://www.vegetarianismo.com.br/sitio/index.php?option=com_content&task=view&id=2616&Itemid=51 

Brasileiros querem mais tênis de marca e menos carne, diz estudo

https://www.vegetarianismo.com.br/sitio/index.php?option=com_content&task=view&id=2607&Itemid=103

Governo pede a britânicos para comer menos carne

Eat less red meat, Government scientists warn

Britons will be warned that they must cut their consumption of red meat to reduce the risk of cancer, following official advice from the Government scientists.

http://www.telegraph.co.uk/health/healthnews/8335986/Eat-less-red-meat-Government-scientists-warn.html

O Instituto Ipsos em recente pesquisa constatou que 28% das pessoas no Brasil “têm procurado comer menos carne”. É o segundo maior índice mundial, próximo ao canadense e maior que o britânico. Fica atrás apenas do registrado nos Estados Unidos, onde os hambúrgueres são uma das maiores fontes de doenças cardiovasculares e sentimento de culpa.

Este dado saiu na matéria da Época:

http://revistaepoca.globo.com/Revista/Epoca/0,,EDG74447-5990-421,00.html

Outro indicador de que há crescente interesse é que duas das maiores indústrias de carne abriram linhas vegetarianas – com esse nome: vegetarianas. Certamente empresas como a Perdigão e a Sadia fizeram pesquisas para lançar sua linha vegetariana e devem ter constatado que é um nicho a explorar.

Mas alguns números revelam o crescimento deste segmento – ou o ´dar-se a conhecer´. Em 2000 o Sítio Vegetariano (https://www.vegetarianismo.com.br) – site que coordeno – lançado em 1999, recebia cerca de 4 mil visitas por mês e contava com uns 300 sócios. A lista de discussão sobre vegetarianismo, veg-brasil, tinha cerca de 90 membros de todo o país e alguns de fora. Hoje o Sítio Vegetariano recebe 4 mil visitas por dia e um milhão de hits (cliques dentro do site) mensais. A lista veg-brasil tem em média uns 2000 membros permanentemente.

Depois do Congresso Vegetariano Mundial realizado em 2004 em Florianópolis todas as listas de discussão dobraram de tamanho. E também se proliferaram sites sobre o tema na Internet e nas comunidades do Orkut. Estamos realizando o nosso primeiro Congresso na cidade de São Paulo, de 4 a 8 de agosto, no Memorial da América Latina.

A tendência mundial é de crescimento do vegetarianismo – na Inglaterra – onde existem surveys – 47% da população se autodenominou vegetariana, mas checadas as respostas se verificou que na verdade boa parte deste número comia peixe e frango – carnes brancas – e se considerava vegetariana, mas não era. Mas isso indica uma ´vontade de ser vegetariano´.

No Brasil essa tendência é crescente – assim como o interesse por ´alimentação saudável´, onde o vegetarianismo se encaixa muito bem.

Também é sinal da existência de um público consumidor considerável a oferta cada vez maior de produtos próprios para o consumo de vegetarianos na grande maioria dos supermercados do país – aliás este é um dos únicos setores que estão em expansão no momento, juntamente com o de produtos orgânicos, também consumidos por vegetarianos, segundo a associação de supermercadistas de São Paulo. Pode-se observar isso em praticamente todos os supermercados, onde as gôndolas destinadas a produtos naturais, integrais e orgânicos aumentam cada vez mais. E até em mercados menores os produtos ´saudáveis´ estão sendo ofertados.

Também cresce o número de restaurantes vegetarianos no Brasil. Hoje praticamente não tem cidade de porte médio que não tenha restaurante vegetariano.

Veja algumas estatísticas lá fora:

http://www.vegsoc.org/info/statveg.html

Veja algumas estatísticas em outros países em:

http://www.ivu.org/htsearch.cgi?config

=htdig&restrict=www.ivu.org&exclude=&method

=and&format=builtin-long&sort=score&words=how+many+vegetarians

http://www.vrg.org/nutshell/poll.htm

http://www.vrg.org/journal/vj97sep/979poll.htm

http://www.ivu.org/history/index.html

Escreva no google how many vegetarians e terá vários sites para pesquisa sobre estatísticas.

Curiosidade: Mais de dez por cento da população inglesa é vegetariana. A cada semana cerca de 2.000 ingleses viram vegetarianos. As escolas deste país são obrigadas a oferecer refeições vegetarianas (também).

  • Existe uma pesquisa que comprove o benefício já providenciado pela comunidade vegetariana hoje no mundo? (por exemplo, o benefício direto de 1.000 pessoas que deixam de comer carne de gado, qual o impacto disto?).

Esse tipo de estudo que eu saiba não existe, o que mais existem são estudos sobre a saúde dos vegeterianos, como o famoso China Project do Dr T. Colin Campbell, que estudou a relação entre dieta e doenças e encontrou forte apoio para as dietas vegetarianas. Aliás o Dr Campbell é um dos possíveis palestrantes do Congresso. Segundo ele os vegetarianos vivem de 8 a 10 anos a mais que os não vegetarianos.

http://free.freespeech.org/nhn/china.htm

  • Qual o perfil dos vegetarianos nos dias de hoje?

A maioria é de ovo-lacto-vegetarianos, estando em grande expansão os veganos – sobretudo em razão de os animais cada vez mais ser criados confinados em condições execráveis. Tem vegetariano de todas as classes sociais e profissões, mas as mulheres são em maioria geralmente – pelo menos onde foram feitas pesquisas – como Inglaterra e Estados Unidos.

  • Existe diferença no perfil dos vegetarianos do Brasil e do exterior?

Hoje há uma grande uniformização, por assim dizer, dos vegetarianos de todo o mundo – sobretudo no Ocidente, por causa da comunicação facultada pela Internet e os grupos de discussão. Uma notícia que saia no Canadá no mesmo dia circula pelas listas do mundo todo – e também pelos boletins eletrônicos de notícias – e logo atinge centenas e milhares de vegetarianos. Mas isso claro acaba se dando dentro de um certo público que tem acesso a internet, havendo, portanto, uma limitação do alcance destas informações.

  • Quais os principais motivos que levam uma pessoa a se tornar vegetariana? 

Cada vez mais a motivação ética faz as pessoas adotarem o vegetarianismo – sobretudo entre os jovens. Mas também a saúde é um fator importante. Além disso, motivações de cunho religioso, e em razão do impacto ambiental e outros provocados pela dieta centrada na carne têm o seu peso.

  • Quais as fontes indicadas para se conseguir dados e características de um estilo de vida vegetariano e seus segmentos (melhores sites, livros, autores, congressos e especialistas).

Sites na Internet e organizações

Sítio Vegetariano (www.vegetarianismo.com.br). Grande variedade de informações sobre vegetarianismo/veganismo.

Sociedade Vegetariana Brasileira – SVB (www.svb.org.br). Organização que objetiva propagar o vegetarianismo no Brasil.

TAPS (www.taps.org.br). Maior acervo de livros e revistas sobre vegetarianismo, vivissecção e saúde comunitária da América Latina. Videoteca, publicações, panfletos.

Guia Vegano – www.guiavegano.com.br

UVLA – União Vegetariana Latinoamericana – www.ivu.org/uvla

União Vegetariana Internacional (IVU) (www.ivu/org/portuguese). Enorme quantidade de informações em diversos idiomas. Para promover o vegetarianismo a IVU organiza a cada 2 anos um Congresso Mundial em diferentes lugares do mundo (www.ivu/org/portuguese/about.html)

•  Vegetarian Society (http://www.vegsoc.org). Primeira organização vegetariana do mundo, fundada em 1847 na Inglaterra e existente até hoje.

•  Vegan Society (www.vegan.org). Centro de informações sobre veganismo.

•     American Vegan Society (www.americanvegan.org). Informações sobre veganismo.

Listas de discussão sobre vegetarianismo/veganismo

•  veg-brasil (http://br.groups.yahoo.com/group/veg-brasil). Objetiva discutir o vegetarianismo em todos os seus aspectos.

•  veg-latina (http://es.groups.yahoo.com/group/veg-latina). Objetiva unir esta região do mundo sob uma perspectiva vegetariana.

•   veg-receitas (http://br.groups.yahoo.com/group/veg-receitas). Troca de receitas vegetarianas.

•   jovens vegans (http://br.groups.yahoo.com/group/jovens_vegans). Lista de discussão sobre veganismo direcionada aos jovens.

Veja um dos melhores restaurantes veganos do mundo:

http://www.millenniumrestaurant.com

·      San Francisco Weekly's "Best Veg Restaurant of 1999" continues to astonish and delight diners with dishes and techniques stemming from Italian, Mexican and Japanese cuisines. Be sure to try the beguiling plantain torte: whole-wheat tortilla sheets layered with fresh plantain and creamy cilantro tofu, served with a spicy mango-tomato salsa and a red pepper romesco.

246 McAllister St., San Francisco, CA 94102 (415) 487-9800 www.millenniumrestaurant.com

Veja também:

Articles Index
Statistics
Hvor mange vegetarer? – Quanti Vegetariani? – Quants vegetarians hi ha?

Please follow and like us: