Perda de nutrientes dos vegetais

A maioria dos vegetais "in natura" começam a perder micronutrientes no momento em que são colhidos, quando se interrompe a oxigenação e alimentação das estruturas interiores. 

Por exemplo:  a perda de vitamina C nas maçãs, após 2 a 3 meses de sua colheita chega a 2/3;  batatas podem conter até 30mg e Vitamina C em 100g, quando frescas e colhidas em época apropriada. No entanto, o produto normalmente consumido não encerra mais do que 8mg da vitamina. Além da interferência das condições de transporte e armazenagem, os teores de minerais variam significativamente com o tipo de solo em que os vegetais  foram cultivados, com a adubação e o tratamento químico empregados. O processo de cozimento pode ainda acarretar a perda de ainda mais nutrientes embora possa aumentar a biodisponibilidade de outros.  

– Use pouca água para prevenir a perda dos nutrientes solúveis em água. 
– Lave os alimentos rapidamente em água fria (não os deixando de molho). 
– Não cozinhe os vegetais em água, prefira cozimento por pressão, vapor ou 
refogado em óleo. 
– Não cozinhe por muito tempo (algumas vitaminas são instáveis quando 
aquecidas). 
– Corte os vegetais imediatamente antes de usar e em pedaços maiores (para 
reduzir a exposição ao oxigênio). 
– Prepare somente a quantidade de comida a ser consumida e evite deixar 
sobras. 
– Guarde as sobras na geladeira imediatamente, se for o caso. 
– Não congelar frutas, vegetais e verduras, pois estes alimentos, mesmo 
congelados, continuam seu metabolismo e se alteram. 
– Descongele retirando do congelador e pondo na própria geladeira. 
– Inclua frutas e vegetais crus na dieta. 

OBS.:  É bom lembrar que a lavagem e o cozimento eliminam microorganismos 
nocivos à saúde. 

Please follow and like us:

Perda de nutrientes dos vegetais

A maioria dos vegetais "in natura" começam a perder micronutrientes no momento em que são colhidos, quando se interrompe a oxigenação e alimentação das estruturas interiores. 

Por exemplo:  a perda de vitamina C nas maçãs, após 2 a 3 meses de sua colheita chega a 2/3;  batatas podem conter até 30mg e vitamina C em 100g, quando frescas e colhidas em época apropriada. No entanto, o produto normalmente consumido não encerra mais do que 8mg da vitamina. Além da interferência das condições de transporte e armazenagem, os teores de minerais variam significativamente com o tipo de solo em que os vegetais  foram cultivados, com a adubação e o tratamento químico empregados. O processo de cozimento pode ainda acarretar a perda de ainda mais nutrientes embora possa aumentar a biodisponibilidade de outros.  

  • Use pouca água para prevenir a perda dos nutrientes solúveis em água. 
  •  Lave os alimentos rapidamente em água fria (não os deixando de molho). 
  •  Não cozinhe os vegetais em água, prefira cozimento por pressão, vapor ou refogado em óleo.  
  • Não cozinhe por muito tempo (algumas vitaminas são instáveis quando  aquecidas).
  • Corte os vegetais imediatamente antes de usar e em pedaços maiores (para  reduzir a exposição ao oxigênio). 
  • Prepare somente a quantidade de comida a ser consumida e evite deixar  sobras.
  • Guarde as sobras na geladeira imediatamente, se for o caso. 
  • Não congelar frutas, vegetais e verduras, pois estes alimentos, mesmo  congelados, continuam seu metabolismo e se alteram.
  • Descongele retirando do congelador e pondo na própria geladeira.  – Inclua frutas e vegetais crus na dieta. 

OBS.:  É bom lembrar que a lavagem e o cozimento eliminam microorganismos 
nocivos à saúde. 

Please follow and like us:

Deixe uma resposta

WP Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com