Peixe e frango são mais saudáveis do que carne de gado?

Embora o peixe e o frango tenham menos gordura saturada do que a carne de gado ou de porco, ainda contêm elevado teor de gordura e colesterol. Estudos mostraram que as pessoas que substituíam a carne de gado e de porco por peixe ou frango apresentavam uma redução insignificante do colesterol sangüíneo.   

Porém, o frango e o peixe estão associados a outros riscos além da gordura e do colesterol. A carne de frangos contaminada é a principal fonte da bactéria Salmonella, que pode provocar infecções graves e, às vezes, fatais se for impropriamente preparada. O USDA (Departamento de Agricultura dos Estados Unidos) estima que mais de 30 por cento de todo o frango está contaminado por bactérias Salmonella, Camphylobacter ou Estafilococo. Estas mesmas bactérias também são encontradas com crescente freqüência em ovos, mesmo os sem cascas danificadas.   

O peixe retém mais poluentes ambientais do que animais que vivem na terra. A maioria dos peixes consumidos por seres humanos comeram outros peixes, resultando em uma agregação de tóxicos devido à cadeia alimentar mais longa. Além disso, os crustáceos e mariscos contêm níveis elevados de toxinas devido a seus hábitos alimentares. Os peixes podem acumular mais de 100.000 vezes os níveis de substâncias químicas tóxicas encontrados na água onde vivem. O peixe (bem como a carne e o frango) contém aproximadamente 13 vezes mais resíduos de pesticidas do que os vegetais e grãos. Muitos peixes contêm elevados índices de gordura e todos os crustáceos são destituídos de carboidratos, fibras e vitamina C, contendo proteínas demasiadamente concentradas. O peixe também é um alergênico comum.

 

Please follow and like us: