Europa exporta seus problemas

Eu estou novamente a caminho do Brasil, para o lançamento da versão em português de Legal! Otimismo – Realidade – Esperança. Durante a espera nos aeroportos, reli Nieuwe spijswetten. Over voedsel en verantwoordelijkheid [Novas leis alimentares. Sobre alimentação e responsabilidade], de Louise O. Fresco (1). Ela fala sobre “pensadores sombrios” e “aqueles que buscam a luz” que, junto com “as pessoas solidárias” se opõem – com justiça, mas às vezes de modo um tanto ingênuo e nostálgico – ao agronegócio internacional. Para o meu gosto, a autora é demasiado otimista sobre o uso e as perspectivas maravilhosas da agricultura industrial e da engenharia genética...

Leia mais

2 Instituto para a vida

Cuiabá, capital do Mato Grosso. Mato Grosso, o estado onde o Cerrado, a Amazônia e a maior reserva de aves do mundo – o Pantanal – se encontram.

Mato Grosso, que há várias décadas é o estado do grande desmatamento e do assim chamado “milagre da soja”. É por isso que eu não queria vir aqui, mas há cinco anos sou convidado por várias instâncias para auxiliar no fortalecimento do “outro lado do Mato Grosso”.

Globalização da terra

Tomemos, por exemplo, o Instituto Centro de Vida (ICV). À primeira vista, achei que fosse um movimento antiaborto. Mas não, a expressão “em defesa da vida” é amplamente utilizada pelas ONGs e pelos movimentos sociais brasileiros...

Leia mais

3 Saúde nas próprias mãos

“Que a saúde se difunda sobre a terra”. Este slogan é visível em muitos lugares. É a Campanha da Fraternidade 2012: o tema deste ano é ”saúde pública”. A Semana dos Povos Indígenas também trata desse tema, considerando sua abordagem holística da saúde. O slogan fala por si: “Terra livre, águas puras, florestas sagradas: fonte de saúde”.

Medicina popular em ascensão

Percebe-se que a saúde no Brasil é uma prioridade pela quantidade de farmácias. Você pode encontrá-las em quase todas as esquinas. Ao mesmo tempo, muitas pessoas redescobrem as formas tradicionais de medicina, por intermédio – ou não – de movimentos organizados. Especialmente a antiga sabedoria acerca de plantas medicinais está voltando a ser valorizada, ainda que o lobby farmacêutico faça todo o possível para roubar essa sobera...

Leia mais

4 Elefante branco?

No assim chamado “Terceiro Mundo” – ou o “Sul”, desde 1989 –, há muitos “elefantes brancos”: projetos nos quais um país doador injetou muito dinheiro, mas que não eram exatamente desejados pela população local. Muitas vezes, trata-se de construções ou máquinas caras que, em um curto espaço de tempo, passam a definhar.

Há muito tempo que o Brasil não faz mais parte dos 18 países pobres que a Bélgica diz apoiar. É um dos “países emergentes” e deve, portanto, “se virar” sozinho. Ele é poupado de “elefantes brancos europeus”. Isso seria uma grande vantagem se o país não tivesse problemas com a disputa de poder e a oposição de potentados locais e outros.

Boicotar

Tomemos por exemplo o Centro de Pesquisa e Formação Olga Benário Prestes, que nós estamos visitando hoje...

Leia mais