ONG pede que estádios sirvam comida vegetariana para ajudar clima

27/03/2008 – 13h10

da France Presse, em Tóquio

Ativistas de defesa dos animais pediram nesta semana à liga de baseball japonesa que deixe de vender pratos como cachorro quente e polvo frito e adote apenas o cardápio vegetariano. A idéia é lutar contra o aquecimento global.

Representantes da liga de baseball do país anunciaram que vão tomar medidas para reduzir as emissões de gases do efeito estufa. Entre elas, está a redução na duração das partidas. Entretanto, para a ONG Peta (People for the Ethical Treatment of Animals), seria mais eficiente vender apenas itens vegetarianos.

"Ao vender apenas comida vegetariana, a liga de baseball vai se tornar líder no combate contra o aquecimento global", afirma a organização, em uma carta aos líderes da modalidade no país.

"Como os vegetarianos são menos propensos a doenças sérias, como de cardiovasculares, diabetes e obesidade, as pessoas vão ficar mais felizes e saudáveis enquanto torcem por seu time", diz a organização.

O Peta, que tem sede nos Estados Unidos, afirmam que muitos estádios de baseball no país já oferecem comida vegetariana, incluindo hambúrgueres de carne de soja.

Mas um estudo feito em 2006 pela FAO (Organização das Nações Unidas para a Alimentação e a Agricultura) indicou que a indústria agropecuária contribuiu mais para o aquecimento global do que todo o setor de transporte.

Please follow and like us: