Não nasci para ser vegetariano

Vegetariano


Ontem descobri que decididamente não nasci para ser vegetariano. Deve ser a falta de costume, mas é uma situação complicada…

Nesse fim de semana fiquei solito em casa [e carro na garagem dando sopa =] ], e qual a minha surpresa quando uma amiga minha me telefona, convidando pra almoçar em sua casa! Sorte grande! São raras as vezes que isso acontece… e ainda posso aproveitar e dirigir!

Cheguei na casa dela tri faceiro. Ela me recebeu e me apresentou à família. A mãe dela me mostrou a cozinha, e a panela onde estava "o prato especial", especial para minha visita… Tinha um ótimo cheiro. Me vei logo à mente a imagem daquela costela de gado bem asssada, com legumes… Ficamos conversando um bom tempo, sobre faculdade, carreira, viagens, como ia ser o jogo [?] da Seleção… Até que a mãe dela chamou todos à mesa.

Realmente uma fartura. Bolinhos de cenoura, salada de tomate, brócolis, e uma outra coisa que me lembrava beterraba, mas não o era. Arroz, e no centro a panela com o prato principal. Como boa visita, eu tinha que me servir primeiro, logo após a insistência dos anfitriões. Bem, me servi, e quando abri a panela, senti aquele aroma delicioso… Havia batata, chuchu, cebola, e várias outras coisas, acho que até champignon…. Mas eu não via a carne. "Deve estar debaixo desses legumes todos, afinal a panela é grande…", e comecei a revirar a panela em busca de um pedacinho de carne, um osso que fosse… e o pessoal começou a me olhar, e então logo me dei conta, me servi e fiquei bem quieto…

Não que a comida estivesse ruim, muito pelo contrário, estava fabulosa. Mas sei lá, não preenche… Não é um estilo de vida que adotaria, logo eu, descendente de italianos, fã de uma macarronada com muito molho… Bem, depois do almoço, eles tomaram seus suplementos alimentares [precisam tirar proteína de algum lugar], e a Cris me disse, toda sem graça: "Bah, eu esqueci de dizer que a gente é vegetariano… Começei a rir, e o gelo quebrou-se [Ah, tenho que contar essa história no blog…]. Convidei-a para ir em um barzinho ver o jogo – na verdade queria comer alguma coisa, um pastel que fosse, tava varado de fome – mas ela disse que não podia, logo iriam para a casa de um parente para ver o jogo. Ok, rimos mais um pouco, nos despedimos e rumo à casa! Tinha restos de lasanha de sexta na geladeira. Nunca comi lasanha tão deliciosa quanto aqueles restos…

Pelo menos, a culinária vegetariana é boa. E ainda bem que a famíla dela não se alimenta de luz! =P [no intending to offend nobody, I'm just joking]

Thiago Ferronatto
On The Rocks! – http:/jamescapone.blogspot.com

Please follow and like us: