Moby abre casa de chá com cardápio vegetariano

de Nova York

Não há nada mais Moby do que uma casa de chá. Pois o mago magro e calvo da eletrônica acaba de abrir uma em Nova York, no cada vez mais valorizado corredor gastronômico do Lower East Side, no sul de Manhattan. Chama-se Teany (r. Rivington, 90, tel. 00/xx/1-212-475-9190) e faz um trocadilho em inglês com a junção de "tea" + "NY" ("chá", em inglês, e a sigla da cidade) e a palavra "teeny" (muito pequeno), que realmente faz jus ao lugar. São apenas quatro mesas dentro, mais quatro na varanda. No cardápio, há um delicioso cheesecake com queijo de soja que consegue suplantar a aparente hipocrisia e chega à mesa cremoso e firme. Há o "suflê caído de chocolate", que combina muito bem com a calda de frutas vermelhas. Mas é a lista de chás que espanta. São 90 variedades, que podem ser acompanhadas por sanduíches como o de falso peru (na verdade, soja) e sopa de melão. "Nunca soube muito de restaurantes, além de freqüentá-los e de uma breve experiência como lavador de pratos na Macy's", disse o músico à imprensa internacional. Para ajudá-lo, chamou uma ex-namorada, do ramo. Modesto, o bisneto do autor do clássico "Moby Dick" proibiu fotos suas na parede e qualquer música de seus discos nas caixas de som.

Moby

 

http://www1.folha.uol.com.br/fsp/indices/inde27062002.htm

 

Please follow and like us: