Mitos do vegetarianismo

Baseado em um artigo de Carol Wiley para a Vegetarian Times

Grande Mito Número Um de Todos os Tempos:  Vegetarianos não obtêm proteína o
bastante.

Realidade:  Vegetarianos obtêm bastante proteína. O que os vegetarianos não obtêm – a menos que se entupam de queijo e ovos – é a proteína em excesso, já tradicional na dieta comum, um excesso que leva à sobrecarga nos rins e doenças decorrentes de deficiência mineral, como a osteoporose. O que nos leva ao …

Grande Mito Número Dois:  Vegetarianos (e especialmente os vegans) não obtêm
cálcio o bastante.

Realidade:  Seus amigos não-vegetarianos estão realmente preocupados com isso pois, afinal de contas, seus dentes vão cair porque você não toma leite e eles não vão querer andar com um(a) banguela. Mas os vegetarianos e vegans não apenas obtêm cálcio o bastante, como também absorvem mais cálcio do que as pessoas sob dietas comuns de muita proteína. Isso acontece porque a proteína em excesso inibe a absorção de cálcio.

Mito "Mas galinha você come, não come?":  Vegetarianos comem peixe e frango.

Realidade:  Eles não comem (E por falar nisso, quem inventou esses termos paradoxais como "pisci-", "pesco-" ou "pisco-vegetariano" ou "polo-vegetariano" ?) Para muitas pessoas que estão tentando se tornar vegetarianos, o peixe e o frango podem ser alimentos de transição, mas não são alimentos vegetarianos. Antes que nos acusem de estarmos julgando os outros, compreenda que isso é questão de definição. Muitas situações constrangedoras poderiam ser evitadas se todo mundo entendêsse que a palavra "vegetariano" significa alguém que não come carne, peixe ou frango. Imagine um jantar na casa do chefe, e a esposa dele preparou um pescado à fiorentina só para você – esse tipo de situação …

Mito "Eles amam os animais":  Todos os vegetarianos são ativistas pelos direitos dos animais.

Realidade:  De acordo com a nossa pesquisa, a maioria se torna vegetariana por motivos de saúde;  a segunda razão mais comum é pelos animais. Nem todos nós lutamos contra o uso de peles, mas cada um de nós ainda poupa muitos animais.

Mito Hippie:  Vegetarianos são os hippies restantes dos anos 60 que praticavam religiões orientais esquisitas e a qualquer minuto vão voltar para o retiro espiritual.

Realidade:  Até há alguns. Ao mesmo tempo que há vegetarianos que meditam em posição de lótus todos os dias, também há os que trabalham no mercado financeiro e que amam cada minuto capitalista de sua vida. Há até os vegetarianos que escolhem a carreira militar. O fato é que há mais tipos de vegetarianos do que marcas de automóvel. Certamente alguns gostariam de retornar para uma vida no campo, mas isso estragaria as unhas feitas das mulheres vegetarianas, o que nos leva ao …

Mito do Feminismo:  A maioria dos vegetarianos é de mulheres.

Realidade:  É verdade. A maioria dos vegetarianos é de mulheres. Mas notemos que os homens da nossa sociedade ainda não são machos o suficiente para serem vegetarianos. A ingestão da carne é relacionada com masculinidade e virilidade (se fosse só isso Viagra estaria encalhado);  valores como a não-violência e gentileza são percebidos como femininos. Mas não mencione isso perto do fisiculturista Andreas Cahling ou os poucos milhões de outros homens vegetarianos.

Mito do Esquerdismo:  Todos os vegetarianos são de esquerda.

Realidade:  Ayatollah Khomeini, um vegetariano, dificilmente poderia ser considerado de esquerda. A verdade é que os vegetarianos estão espalhados por todo o espectro político. Em uma pesquisa nossa muito informal e a-cientîfica, mais dos nossos leitores disseram ser de esquerda do que de direita.

Mito dos Fanáticos por Saúde:  Vegetarianos seguem as dietas da moda, mantêm os laboratórios de vitamina ricos, vão à lojas de produtos naturais e só comem algas, tofu e granola.

Realidade:  Alguns vegetarianos tomam suplementos de vitamina e outros nem conseguem mais se lembrar de quando foi o último suplemento que tomaram. A maioria de nós já comeu tofu, granola ou algas uma vez ou outra, e já visitou uma loja de produtos naturais. Também há aqueles para os quais um pacote de Miojo com Parmesão e uma Coca-Cola é uma boa. Depende do indivíduo.

Mito do Risco:  Vegetarianos não obtêm uma dieta equilibrada. Eles arriscam sua saúde pelos seus princípios.

Realidade:  um estudo recente demonstra que em qualquer dia, a maioria das pessoas não come um único vegetal. E o que é pior, desses que comem um único vegetal, a maioria come batatas (fritas, é claro). Não há nada errado com batatas, mas isso indica que a maioria das pessoas não come mais do que carne e batatas. Agora, quem é que disse que os vegetarianos não comem uma dieta equilibrada ?

Mito da Combinação de Proteínas:  Vegetarianismo é muito complicado. Tem que ficar combinando os alimentos para obter toda a proteína e nutrientes necessários e depois passar horas na cozinha preparando a comida.

Realidade:  A teoria combinação de proteínas já foi desbancada. E preparar uma refeição vegetariana não leva mais tempo do que uma refeição de carne, e muitas vezes leva ainda menos tempo – pergunte a quem já fez um assado de frango ou peru.

Mito do "Eles não podem comer fora":  Vegetarianos nunca comem em restaurante e não se pode convidá-los para almoçar ou jantar.

Realidade:  Embora existam pessoas que não se possa levar a lugar nenhum, os vegetarianos não estão nessa categoria. Existem vários restaurantes típicos ou não que servem arroz com feijão, falafel, massas com molhos de tomate entre outras coisas. Se tudo isso falhar, dificilmente um restaurante vai deixar de preparar uma salada ou um prato de vegetais cozidos no vapor. É verdade que não dá para levar um vegetariano para comer um hambúrguer. Mas convidá-los para jantar não deveria ser um problema. Durante séculos, muitas culturas têm sido vegetarianas;  certamente haverá um prato em toda a História que possa ser preparado para um amigo(a) vegetariano(a).

Mito do Crianças-precisam-de-Carne:  Vegetarianismo é para adultos, mas crianças precisam de carne para crescer.

Realidade:  Não, elas não precisam. E crianças não precisam de ovos e nem de leite e derivados. Vários estudos comprovam isso.

Mito da Saúde:  Vegetarianos vivem doentes. Ou o oposto:  Vegetarianos nunca ficam doentes.

Realidade:  A primeira vegetariana do tipo doente que encontrei, me disseram que ela ficaria bem se comesse um bife de vez em quando. Anos depois eu descobri que o problema dela não tinha nada a ver com dieta. Como os que comem carne também, alguns vegetarianos ficam doentes enquanto outros nunca ficam doentes. No entanto, em geral, os vegetarianos são muito menos sujeitos às doenças do excesso – ataques do coração, câncer de seio, osteoporose – que atingem a civilização ocidental, porque essas doenças são
resultados da dieta de alto nível de proteína e gordura. Contudo, a maioria dos vegetarianos ainda pega uma gripe ocasional.

E finalmente, o Mito dos "Vegetarianos-são-fanáticos-intolerantes": Vegetarianos julgam os outros e discutem vegetarianismo com qualquer um a qualquer hora em qualquer lugar.

Realidade:  Certo, nós colocamos esses assassinos de animais insensíveis que não sabem de nada na defensiva. Mas como se pode continuar a comer carne quando volta e meia somos informados de como os animais são maltratados, como o consumo da carne pode prejudicar nossa saúde e como a produção da carne destrói o meio-ambiente, … ops, me deixei levar…

Tradução: Fernando Mendes

 

Please follow and like us:

Mitos do vegetarianismo

Baseado em um artigo de Carol Wiley para a Vegetarian Times

Grande Mito Número Um de Todos os Tempos: vegetarianos não obtêm proteína o
bastante.

Realidade:  Vegetarianos obtêm bastante proteína. O que os vegetarianos não obtêm – a menos que se entupam de queijo e ovos – é a proteína em excesso, já tradicional na dieta comum, um excesso que leva à sobrecarga nos rins e doenças decorrentes de deficiência mineral, como a osteoporose. O que nos leva ao …

Grande Mito Número Dois: vegetarianos (e especialmente os veganos) não obtêm
cálcio o bastante.

Realidade:  Seus amigos não-vegetarianos estão realmente preocupados com isso pois, afinal de contas, seus dentes vão cair porque você não toma leite e eles não vão querer andar com um(a) banguela. Mas os vegetarianos e vegans não apenas obtêm cálcio o bastante, como também absorvem mais cálcio do que as pessoas sob dietas comuns de muita proteína. Isso acontece porque a proteína em excesso inibe a absorção de cálcio.

Mito "Mas galinha você come, não come ?":  Vegetarianos comem peixe e frango.

Realidade:  Eles não comem (e por falar nisso, quem inventou esses termos paradoxais como "pisci-", "pesco-" ou "pisco-vegetariano" ou "polo-vegetariano" ?) Para muitas pessoas que estão tentando se tornar vegetarianos, o peixe e o frango podem ser alimentos de transição, mas não são alimentos vegetarianos. Antes que nos acusem de estarmos julgando os outros, compreenda que isso é questão de definição. Muitas situações constrangedoras poderiam ser evitadas se todo mundo entendêsse que a palavra "vegetariano" significa alguém que não come carne, peixe ou frango. Imagine um jantar na casa do chefe, e a esposa dele preparou um pescado à fiorentina só para você – esse tipo de situação …

Mito "Eles amam os animais":  todos os vegetarianos são ativistas pelos direitos dos animais.

Realidade:  De acordo com a nossa pesquisa, a maioria se torna vegetariana por motivos de saúde;  a segunda razão mais comum é pelos animais. Nem todos nós lutamos contra o uso de peles, mas cada um de nós ainda poupa muitos animais.

Mito Hippie:  Vegetarianos são os hippies restantes dos anos 60 que praticavam religiões orientais esquisitas e a qualquer minuto vão voltar para o retiro espiritual.

Realidade:  Até há alguns. Ao mesmo tempo que há vegetarianos que meditam em posição de lótus todos os dias, também há os que trabalham no mercado financeiro e que amam cada minuto capitalista de sua vida. Há até os vegetarianos que escolhem a carreira militar. O fato é que há mais tipos de vegetarianos do que marcas de automóvel. Certamente alguns gostariam de retornar para uma vida no campo, mas isso estragaria as unhas feitas das
mulheres vegetarianas, o que nos leva ao …

Mito do Feminismo:  amaioria dos vegetarianos é de mulheres.

Realidade:  É verdade. A maioria dos vegetarianos é de mulheres. Mas notemos que os homens da nossa sociedade ainda não são machos o suficiente para serem vegetarianos. A ingestão da carne é relacionada com masculinidade e virilidade (se fosse só isso Viagra estaria encalhado);  valores como a não-violência e gentileza são percebidos como femininos. Mas não mencione isso perto do fisiculturista Andreas Cahling ou os poucos milhões de outros homens vegetarianos.

Mito do Esquerdismo:  todos os vegetarianos são de esquerda.

Realidade:  Ayatollah Khomeini, um vegetariano, dificilmente poderia ser considerado de esquerda. A verdade é que os vegetarianos estão espalhados por todo o espectro político. Em uma pesquisa nossa muito informal e a-cientîfica, mais dos nossos leitores disseram ser de esquerda do que de direita.

Mito dos Fanáticos por Saúde:  vegetarianos seguem as dietas da moda, mantêm os laboratórios de vitamina ricos, vão à lojas naturais e só comem algas, tofu e granola.

Realidade:  Alguns vegetarianos tomam suplementos de vitamina e outros nem conseguem mais se lembrar de quando foi o último suplemento que tomaram. A maioria de nós já comeu tofu, granola ou algas uma vez ou outra, e já visitou uma loja de produtos naturais. Também há aqueles para os quais um pacote de Miojo com Parmesão e uma Coca-Cola é uma boa. Depende do indivíduo.

Mito do Risco:  vegetarianos não obtêm uma dieta equilibrada. Eles arriscam sua saúde pelos seus princípios.

Realidade:  um estudo recente demonstra que em qualquer dia, a maioria das pessoas não come um único vegetal. E o que é pior, desses que comem um único vegetal, a maioria come batatas (fritas, é claro). Não há nada errado com batatas, mas isso indica que a maioria das pessoas não come mais do que carne e batatas. Agora, quem é que disse que os vegetarianos não comem uma dieta equilibrada ?

Mito da Combinação de Proteínas: vegetarianismo é muito complicado. Tem que ficar combinando os alimentos para obter toda a proteína e nutrientes necessários e depois passar horas na cozinha preparando a comida.

Realidade:  A teoria combinação de proteínas já foi desbancada. E preparar uma refeição vegetariana não leva mais tempo do que uma refeição de carne, e muitas vezes leva ainda menos tempo – pergunte a quem já fez um assado de frango ou peru.

Mito do "Eles não podem comer fora": vegetarianos nunca comem em restaurante e não se pode convidá-los para almoçar ou jantar.

Realidade:  Embora existam pessoas que não se possa levar a lugar nenhum, os vegetarianos não estão nessa categoria. Existem vários restaurantes típicos ou não que servem arroz com feijão, falafel, massas com molhos de tomate entre outras coisas. Se tudo isso falhar, dificilmente um restaurante vai deixar de preparar uma salada ou um prato de vegetais cozidos no vapor. É verdade que não dá para levar um vegetariano para comer um hambúrguer. Mas convidá-los para jantar não deveria ser um problema. Durante séculos, muitas culturas têm sido vegetarianas;  certamente haverá um prato em toda a História que possa ser preparado para um amigo(a) vegetariano(a).

Mito do Crianças-precisam-de-Carne: vegetarianismo é para adultos, mas crianças precisam de carne para crescer.

Realidade:  Não, elas não precisam. E crianças não precisam de ovos e nem de leite e derivados. Vários estudos comprovam isso.

Mito da Saúde: vegetarianos vivem doentes. Ou o oposto: vegetarianos nunca ficam doentes.

Realidade:  A primeira vegetariana do tipo doente que encontrei, me disseram que ela ficaria bem se comesse um bife de vez em quando. Anos depois eu descobri que o problema dela não tinha nada a ver com dieta. Como os que comem carne também, alguns vegetarianos ficam doentes enquanto outros nunca ficam doentes. No entanto, em geral, os vegetarianos são muito menos sujeitos às doenças do excesso – ataques do coração, câncer de seio, osteoporose – que atingem a civilização ocidental, porque essas doenças são
resultados da dieta de alto nível de proteína e gordura. Contudo, a maioria dos vegetarianos ainda pega uma gripe ocasional.

E finalmente, o Mito dos "Vegetarianos-são-fanáticos-intolerantes": vegetarianos julgam os outros e discutem vegetarianismo com qualquer um a qualquer hora em qualquer lugar.

Realidade:  Certo, nós colocamos esses assassinos de animais insensíveis que não sabem de nada na defensiva. Mas como se pode continuar a comer carne quando volta e meia somos informados de como os animais são maltratados, como o consumo da carne pode prejudicar nossa saúde e como a produção da carne destrói o meio-ambiente, … ops, me deixei levar…


Tradução: Fernando Mendes

Please follow and like us:

Deixe uma resposta

WP Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com