Artigos de jornais e revistas

Mastercard discrimina vegetarianos – Fernando Pires

Oi,

Me chamo Fernando Pires, sou vegetariano e fiquei sabendo pela internet da infeliz propaganda comercial que a MasterCard financiou no "O Estado de São Paulo" no dia 29 de setembro desse ano.

A propaganda pode ter fundo humorístico (questionavelmente humorístico, claro), mas é extremamente preconceituosa. A concepção foi completamente infeliz.

Faço parte dos vegeterianos que exige retratação pública da empresa e dos veiculadores da propaganda.

Já estou comunicando todos à minha volta para repensar a utilização dos seus cartões – afinal, vocês ainda não fizeram nenhuma propaganda dizendo "Não ter amigos gays não tem preço", ou "não ter amigos negros não tem preço". Será que vão fazer? E se fizerem, não é possível justificar também como "humor"?

Atenciosamente.
Fernando Pires.

_______

Enviado para pdidier; mccann; Cristine.Ceder; andrea_denadai; mwinckler

 

Please follow and like us: