Liberado grão da Monsanto

Fonte: Gazeta Mercantil 5 de maio de 2000  

"A Monsanto conseguiu liberar lotes de milho modificado que estavam interditados por iniciativa da Secretaria da Agricultura do RS. Desembargadores da 1a. e 4a. Camaras Cíveis do Tribunal de Justiça acolheram três mandados de segurança envolvendo lavouras em Santa Rosa, Coxilha e Não Me Toque, num total de 500 hectares, autorizando os 
experimentos, plantio e comercialização do produto." 

Lendo essa notícia ficamos estarrecidos, porque um juiz tem a competênciade resolver um caso que não implica apenas um aspecto legal, mas conseqüencias ainda desconhecidas sobre a saúde de uma população, podendo atingir outras gerações. Aí fica a questão: e os pesquisadores, cientistas, não são ouvidos nesses casos, ficando apenas advogados, que 
sabem manipular bem as palavras decidindo o que atingem milhares de pessoas? 

O pior de toda essa questão é que a decisão só beneficia a Monsanto e seus parceiros. O Estado do Rio Grande do Sul, os agricultores do Estado e a nação têm se beneficiado com exportações crescentes para a Europa exatamente porque o Estado não planta transgênicos. Para o Estado, é uma decisão burra do ponto de vista econômico. Vai prejudicar a maioria e 
beneficiar uma minoria. Quem tem poder e $$$ sempre consegue explorar essas 
brechas da legislação federal a seu favor. Monsanto 1 x 0 Brasil. 

Please follow and like us:

Liberado grão da Monsanto

"A Monsanto conseguiu liberar lotes de milho modificado que estavam interditados por iniciativa da Secretaria da Agricultura do RS. Desembargadores da 1a. e 4a. Camaras Cíveis do Tribunal de Justiça acolheram três mandados de segurança envolvendo lavouras em Santa Rosa, Coxilha e Não Me Toque, num total de 500 hectares, autorizando os experimentos, plantio e comercialização do produto." 

Lendo essa notícia ficamos estarrecidos, porque um juiz tem a competênciade resolver um caso que não implica apenas um aspecto legal, mas conseqüencias ainda desconhecidas sobre a saúde de uma população, podendo atingir outras gerações. Aí fica a questão: e os pesquisadores, cientistas, não são ouvidos nesses casos, ficando apenas advogados, que 
sabem manipular bem as palavras decidindo o que atingem milhares de pessoas? 

O pior de toda essa questão é que a decisão só beneficia a Monsanto e seus parceiros. O Estado do Rio Grande do Sul, os agricultores do Estado e a nação têm se beneficiado com exportações crescentes para a Europa exatamente porque o Estado não planta transgênicos. Para o Estado, é uma decisão burra do ponto de vista econômico. Vai prejudicar a maioria e 
beneficiar uma minoria. Quem tem poder e $$$ sempre consegue explorar essas 
brechas da legislação federal a seu favor. Monsanto 1 x 0 Brasil. 

Fonte: Gazeta Mercantil 5 de maio de 2000

Please follow and like us:

Deixe uma resposta

WP Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com