Galinhas domésticas sentem a dor do outro

  Foto: Richard Watt

As galinhas domésticas exibem sinais de empatia, a capacidade de sentir a dor do outro, de sentir compaixão, revela um estudo divulgado pelo Mail Online. Esta descoberta tem implicações importantes no bem-estar dos animais de aviário e de laboratório, dizem os investigadores. A empatia, até agora pensado ser uma característica exclusiva dos seres humanos, faz com que um indivíduo se sinta afectado pelo estado emocional de outro. Os sentimentos “espelham-se” no observador, conduzindo à partilha da experiência de estar feliz, triste ou angustiado.

 

Os investigadores demonstraram que as galinhas possuem essa capacidade de empatia, pelo menos com as suas próprias crias. Os cientistas escolheram galinhas e pinto porque consideram que a empatia provavelmente desenvolve-se com a preocupação parental. Foi realizado um número de procedimentos controlados que envolviam arrepiar as penas dos pintainhos e das mães galinhas com um jacto de ar. Quando as crias eram expostas a jactos de ar ficavam angustiadas, assim como as mães. As batidas cardíacas das galinhas aumentavam e a temperatura do olho baixava – um claro sinal de stress – e ficaram cada vez mais alertas.

 

Jo Adgar, da Escola de Ciências Veterinárias da Universidade de Bristol, Inglaterra, disse: “Descobrimos que as aves fêmeas adultas possuem pelo menos um atributo subjacente essencial à empatia, a capacidade de ser afectada e de partilhar o estado emocional do outro”. O estudo foi hoje publicado no Proceedings of The Royal Society B.

Fonte: Os Bichos

Please follow and like us: