Estamos exaustos – e felizes… – Gerry Coffey

Reflexões sobre o 36o Congresso Vegetariano Mundial

Gerry Coffey, para o exemplar da Primavera de 2005 (2o trimestre) de VUNA VIEWS (América do Norte)

http://www.ivu.org/congress/2004/reports/

Marly Winckler e a cantora mundialmente famosa Dionne Warwick têm muita coisa em comum. Ambas “Get by with a little help from my friends”, ou seja, “se viram com uma ajudinha dos amigos”. Marly dedicou dois anos de sua vida e pediu ajuda a todos os amigos para juntar as peças e transformar o 36o Congresso Vegetariano Mundial, ocorrido pela primeira vez na América do Sul, num sucesso esmagador! Realizado no lindo hotel do Costão do Santinho, na ilha de Florianópolis, Brasil, as instalações que davam para o mar eram espetaculares. A beleza variada das paisagens do Brasil só se compara ao seu povo. Não se pouparam esforços para que os participantes se sentissem bem-vindos. A diversidade de interesses, relativos ao bem-estar animal, humano ou ambiental, estava aberta às discussões e debates sobre como o avanço do vegetarianismo pode beneficiar a todos.

As conferências, palestras e demonstrações culinárias, realizadas por pessoas de renome mundial e com tradução simultânea quando adequado, foram oportunas e informativas. Estavam intercaladas com opções alimentares magníficas em sabor e apresentação. Cada um dos fartos bufês foi um prazer culinário. Entre outras atividades bem escolhidas e organizadas para nosso prazer havia ioga ao amanhecer, dança, desfiles de moda sem crueldade (assistidos por mais de mil pessoas), caminhadas pelos morros para ver o oceano, passeios de ônibus pela ilha e, sempre, a maravilhosa paisagem marinha.

O clima agradável nem sempre foi tão agradável assim mas, com chuva ou sol, o presidente da F.A.R.M., Alex Hershaft, deu seu mergulho matinal. Nós outros, menos corajosos, preferimos caminhar pela praia, correr ou praticar ioga. Os preguiçosos dormiram até mais tarde, mas em geral acordaram a tempo de não perder o fabuloso desjejum.

Como a conferência foi realizada numa região tão linda, foi difícil acreditar que os passeios pós-conferência seriam mais excitantes, mas a viagem até as Cataratas do Iguaçu (“Água Grande”) e ao Rio de Janeiro foi realmente fantástica. A falecida Primeira-Dama norte-americana, Eleanor Roosevelt, resumiu tudo sucintamente depois de conhecer esta maravilha da natureza: “Pobre Niágara”, disse ela. Na verdade, quem escolheu as Sete Maravilhas do Mundo não deve ter conhecido Iguaçu. As palavras e fotos nem começam a lhe fazer justiça.

Quando chegamos ao Rio, uma das amigas de Marly disse que ela acabara de ligar: “Cuide bem das minhas crianças”, fora o conselho ouvido. Nós, “crianças”, podemos afirmar que foi uma tarefa bem cumprida! Nosso hotel no Rio ficava na famosa Praia de Copacabana! Usando-o como base, conhecemos os pontos turísticos durante o dia e também a vida noturna. Um amigo de Marly conseguiu que assistíssemos a um exclusivo ensaio de Carnaval.

Ver centenas de pessoa dançando “samba” é uma experiência e tanto. George Pelton, de oitenta anos, de Denver, Colorado, disse que não sabia que as mulheres podiam girar em tantos lugares ao mesmo tempo. George deixou todo mundo estarrecido na noite seguinte, numa das casas noturnas famosas do Rio. Foi o “Fred Astaire” da noite e dançou com praticamente todas as mulheres do ônibus. 😉

Falando nisso, até as viagens de ônibus foram animadas: Dilip Barman, conselheiro da VUNA, nos fez rir às bandeiras despregadas com suas apimentadas piadas veganas. (Talvez divida algumas conosco num número futuro de VUNA VIEWS). O vice-presidente recém-eleito da IVU, Saurabh Dalal, assumiu o papel de pastor responsável, contando suas “ovelhas” a cada parada do ônibus. Isso não foi fácil, considerando que ele e vários outros, inclusive a psiquiatra residente da VUNA, Kay Sheehan, assistiram algumas vezes ao nascer do sol.

E embora o Brasil e seu povo estejam a um oceano de distância, as lembranças nos sustentarão para sempre, graças a Marly e a uma “ajudinha de seus amigos”. Se algum dia você aparecer por aqui, há um “tapete de boas-vindas” à sua espera no Alabama.

Gerry Coffey

 _________________

 

Estamos exaustos – e felizes…

Estamos exaustos – e felizes – por estarmos de volta, mas extremamente satisfeitos por termos a lembrança de alguns, para nos ajudar a compartilhar alguns dos extraordinários eventos dessa viagem, que só deu certo porque nossa querida Marly “pegou a bola e saiu correndo”.

Agora, com uma percepção um pouco maior do que é preciso para fazer funcionar um evento de tal magnitude, meu coração vai para Marly, Tina, Kevin e Peter, e todos aqueles que o precederam, e aceitaram o desafio.

Por mais que o 36o Congresso Mundial agora esteja só na memória, os próximos já estão no horizonte, e agora Jashu vai pegar a bola e sair em disparada!

Gerry Coffey – Coordenadora para a América do Norte da IVU

Please follow and like us: