Emissão de CO2 cresceu 62% no Brasil entre 1990 e 2005

Dados fazem parte do segundo inventário brasileiro de carbono.
Participação brasileira no total global é de aproximadamente 4,5%.

Do G1, em São Paulo

Entre 1990 e 2005, as emissões brasileiras de gases de efeito estufa passaram de 1,36 bilhão de toneladas para 2,2 bilhões, um aumento de 62%. Os dados preliminares são do segundo inventário brasileiro de carbono, apresentados na quarta-feira (25), em Brasília.

Os números foram apresentados à Comissão do Meio Ambiente do Senado pelo ministro de Ciência e Tecnologia, Sérgio Rezende. De acordo com o inventário, a participação brasileira no total global é de aproximadamente 4,5%.

Entre os dados preliminares do segundo inventário, está a comparação de emissões entre 1990 e 2005.

As emissões de gases de efeito estufa em dióxido de carbono equivalente (CO2eq) do setor de energia passaram de 15,8% para 16,4%. Dos processos industriais de 2,0% para 1,7%, da agricultura de 25,4% para 22,1%, da Mudança do Uso da Terra e Florestas de 54,8% para 57,5% e do Tratamento de Resíduos de 2,0% para 2,2%. 

O Inventário é parte da Comunicação Nacional à Convenção Quadro da Organização das Nações Unidas (ONU) sobre Mudanças do Clima
 
A Comunicação Nacional é um dos principais compromissos de todos os países signatários da Convenção de Mudança do Clima. O prazo legal de apresentação encerra no dia 31 de março de 2011, mas a divulgação das informações mais importantes foi adiantada em função da proximidade de realização da 15ª Conferência da Partes (COP15) da Convenção das Nações Unidas sobre Mudança do Clima, que se realiza de 7 a 18 de dezembro próximo em Copenhague, na Dinamarca.

O inventário contou com a participação de 700 especialistas e cerca de 150 entidades governamentais e não-governamentais, incluindo ministérios, institutos, universidades, centros de pesquisa e entidades setoriais da indústria.

O primeiro inventário foi publicado em 2004 com dados referentes ao período de 1990 a 1994.

O novo Inventário é apresentado para o ano base de 2000. Também foram apresentados os valores referentes a outros anos do período de 1990 a 2005, além de atualizar a informações do primeiro inventário.

Fonte: G1

 

Please follow and like us: