Dieta vegetariana pode proteger contra distúrbio intestinal comum

A alta ingestão diária de fibras previne a doença diverticular.

 Seguir uma dieta vegetariana reduz em um terço os riscos da doença diverticular, um distúrbio comum do intestino. De acordo com uma pesquisa publicada na versão online do British Medical Journal, é a alta ingestão de fibras, típica do vegetarianismo, que ajuda a prevenir a doença.

A doença diverticular afeta o intestino grosso ou o cólon e é mais frequente em pacientes idosos. Acredita-se que a condição seja causada por hábitos alimentares, com o baixo consumo de fibras. Entre os sintomas estão cólicas abdominais dolorosas, inchaço, gases, constipação e diarreia.

Na pesquisa, Francesca Crow, da Universidade de Oxford e coordenadora do estudo, analisou dados de 47.033 voluntários. Desses, 15.459 seguiam uma dieta vegetariana. Depois de um acompanhamento de 11 anos, existiam 812 casos de doença diverticular – 806 pacientes deram entrada no hospital e seis morreram. Após considerar fatores como cigarro, álcool e índice de massa corporal (IMC), a equipe chegou à conclusão que os vegetarianos tinham menos riscos de desenvolver a doença.

Descobriu-se ainda que as pessoas que mantinham uma ingestão relativamente alta de fibras (25 gramas por dia ou mais) tinham menos riscos de dar entrada em hospital ou de morrer em função da doença, quando comparados àqueles que comiam pouca fibra (14 gramas por dia ou menos).

“A oportunidade de prevenir a doença diverticular, bem como condições como cancro do cólon reside na modificação da dieta”, dizem os pesquisadores. Eles afirmam ainda que há a necessidade de mais evidências para que um novo guia alimentar seja apresentado à população.

Fonte: Veja
Edição: F.C.
21.07.2011

Please follow and like us: