Consumo excessivo de laticínios eleva risco de câncer intestinal

08 de fevereiro de 2008 (Bibliomed). O câncer de intestino grosso (cólon) é um tumor com ocorrência mais elevada nos países ricos em comparação as nações em desenvolvimento. Existem evidências de que o consumo de derivados do leite por adultos relaciona-se à elevação da possibilidade de aparecimento deste tumor. Todavia, os dados acerca da ingestão de laticínios na infância e o risco estimado de ocorrência do câncer intestinal são escassos, conforme afirmam investigadores australianos da University of Queensland e ingleses da University of Bristol e da The University of Birmingham que publicaram um estudo na revista American Journal of Clinical Nutrition.

O estudo caracterizou-se pela investigação dos efeitos do consumo diário de laticínios pelas crianças sobre as taxas de mortalidade por câncer do cólon. Os resultados apresentados demonstraram que durante o período de 68 anos de seguimento a incidência de cânceres foi de 15,4% na amostra avaliada. A ingestão diária excessiva de derivados lácteos na infância relacionou-se com aumento de 2,9 vezes no risco de aparecimento de tumor colônico durante a vida.

Por sua vez, a ingestão diária de leite atuou como fator protetor contra o desenvolvimento de câncer da próstata. Com isso, os autores concluem que a dieta familiar rica em derivados lácteos desde a infância incrementa a chance de surgimento do câncer de cólon na idade adulta. Os mecanismos biológicos envolvidos nesta relação precisam ser mais bem elucidados.

Fonte: American Journal of Clinical Nutrition 2007; 86 (6): 1722 – 1729

Please follow and like us: