Paz e Amor para todos os seres – passagem de 2008-2009

Nós e mais ninguém é que derrubaremos as muralhas que defendem a velha ordem da exploração, da exclusão, do horror com que milhares e milhares de seres sencientes são tratados dia e noite, numa procissão macabra regada com o sangue dos mártires inocentes que já nascem sentenciados à morte depois de uma vida cheia de suplícios.

Mas não desanimemos, muito antes pelo contrário, tenhamos forças para deter a loucura em que mergulharam os homens por causa de sua grande ignorância. A solução existe, é rearranjar, com os mesmos elementos, a disposição das coisas. O vegetarianismo é parte integral da nova ordem, do novo arranjo.

Que o melhor de cada um de nós possa florescer neste ano que desponta e que frutifiquem nossas ações como uma flor de lótus que, da lama, nasce refulgente e bela.


Paz e Amor para Todos os Seres,

 

Marly Winckler

Florianópolis, passagem de 2008-2009

 

Paz e Amor

Natal Vegetariano - 2008

Leia mais

Que o melhor de cada um de nós pos sa florescer neste ano que desponta – 2006-2007

Caros amigos,

Chega ao fim mais um ano em que partilhamos muitos momentos – um ano difícil, mas que, apesar de tudo, teve um saldo bem positivo, como sempre. Agradeço a todos aqueles que infatigáveis colocaram mais um tijolinho na construção do mundo melhor que todos almejamos.

Não deleguemos essa tarefa a outrem. Somos nós os que defenderemos os animais, que construiremos esse mundo melhor...

Leia mais

Aos adolescentes

Todos nós queremos o melhor. O vegetarianismo, não há a menor dúvida, é a melhor opção alimentar, com amplas e profundas implicações. Levem com orgulho o selo do vegetarianismo estampado no peito. Não se intimidem com críticas, com provocações, com os obstáculos que certamente encontrarão pelo caminho. 

O primeiro passo, o ovo-lacto-vegetarianismo, é o mais importante: é o grande passo que nos...

Leia mais

Paz na Terra – 2004

Paz na Terra
Paz nas Águas
Paz nos Ares
Paz a Todos os Seres
Parem de matar os animais
Essa é a nossa mensagem.

Quem semeia vento, colhe tempestade
Quem planta feijão não colhe melancia
Violência gera violência
É tão simples assim.

A humanidade clama por paz, mas a paz só será possível quando ela parar de
manchar suas mãos de sangue num ato simples que repete todos os dias – três
ou mais vezes até – qu...

Leia mais