Carta de vítima do aspartame

O dinheiro que já gastei em médicos, raios-x, remédios, ultrassonografias etc. etc. etc., e a dor que sofri! Tudo isso podia ter sido evitado se eu soubesse! Um resumo de como aconteceu: 

Sempre tive problemas de peso, mas há 12 anos eu estava muito motivada e perdi 70 quilos e jurei que nunca mais ia engordar de novo. Mudei minha "nutrição" para ajudar a manter o peso. Diet Coke, Diet Pepsi, Equal (aspartame em pó) no meu café, chiclete Trident, para citar alguns produtos. Eu tomava em média 2 cafés por dia, cada um com 2 pacotinhos de Equal, pelo menos 2 refrigerantes diet por dia, muitas vezes 3 ou 4 para ajudar a segurar a fome e a vontade de comer, mais chiclete para manter a boca ocupada, já que eu estava sempre com fome. 

Comecei a sentir tonturas e a me sentir desligada. Meu médico mandou que eu fizesse exames para diabetes. Eu não tinha nada. Percebi que estava muito desajeitada, esbarrando nas coisas, caindo, tropeçando nos meus próprios pés, mas achei que podia ser o stress de comprar uma casa nova e de ter um bebê em nossas vidas. E talvez eu deva mencionar que comecei a engordar de novo. Cheguei a dizer ao meu médico que era mais fácil ficar sem comer, porque bastava almoçar ou jantar que era ocmo ligar um interruptor. Eu não conseguia nem dizer quando estava satisfeita. Se você ainda não adivinhou, eu sempre tomava um refrigerante diet no almoço e no jantar. 

Pouco tempo depois começou a dor nas articulações, e pontadas nos pés, pernas e braços. Mandaram-me para uma reumatologista que consulto todo ano desde então até hoje. Os exames mostraram algumas anormalidades, mas ela não chegou a nenhuma conclusão. Mais ou menos um ano depois fiz ressonâncias dos ossos, já que a dor era tão forte que fiquei convencida de que tinha câncer nos ossos. Minha médica achou que alguma coisa deveria estar afetando meus tecidos e meus músculos, já que eu sentia dor em tantos lugares. 

Comecei a ter enxaquecas oculares e, é claro, procurei mais um médico. É estranho que na mesma época minha pupila começou a ficar sempre dilatada. 

A dor continuou a se espalhar e passei a ter leves ataques de ansiedade (que me assustaram muito, porque pensei que com certeza eu ia morrer). Nunca tivera isso antes e não sabia o que estava me acontecendo. Eu não podia dormir à noite, sentia muita dor, meus quadris doíam tanto e os pés queimavam de tal maneira que não havia jeito de eu me sentir confortável. Mudamos duas vezes de colchão mas o problema continuava. 

Finalmente, há alguns anos me deram o diagnóstico de fibromialgia. Ótimo, agora eu tinha um nome para aquilo, eu não estava ficando louca. Havia alguma razão para tanta dor. Agora tomo tantos remédios que mais parece uma refeição. 

Há duas semanas alguém me falou que talvez eu devesse tentar largar os refrigerantes diet, porque ele sabia que o aspartame estava lhe provocando tonturas e explicou que seus sintomas eram idênticos aos meus, mas na época não lhe dei muita atenção e continuei com meus hábitos. 

Uma semana depois, numa consulta médica para admnistração de stress, ela mencionou que até uma única coca diet era demais, mas que ISSO AINDA NÃO FOI BEM DIVULGADO. 

Naquele dia parei de tomar aspartame e, acreditem ou não, dois dias depois já me sentia diferente. Mas tive medo de falar sobre isso, porque fiquei com medo de que dissessem que eu estava maluca. Se houvesse alguma coisa errada com o aspartame ele não seria permitido no mercado canadense. 

Ontem, só de brincadeira, comecei a fazer uma busca na internet e acabei chorando. Fiz tudo aquilo comigo porque não fui informada. Nunca antes nenhum dos meus médicos me sugeriu que largasse o aspartame. Talvez o assunto nunca tenha vindo à tona e eles não soubessem que eu estava usando adoçante. Sugeriram que talvez fosse bom pra minha saúde não tomar café, por causa da cafeína, mas ninguém me perguntou sobre produtos diet. Acho que, como engordei 60 quilos de volta, eles não acharam que eu pudesse estar comendo e bebendo produtos diet. 

Minha pressão é alta, meu colesterol é alta. Eu sou uma bagunça. E agora não tem mais jeito.  

Por favor, se tiver tempo, responda.  

Tish Smith  
ASDA  
Administration  
990-5766  

Please follow and like us: