Breve resumo de Quem é Quem no movimento dos DA?

94. Poderia fazer um breve resumo de Quem é Quem no movimento dos DA?

TOM REGAN — Professor de Filosofia na Universidade do Estado de Carolina do Norte. 

Seu livro "The Case For Animal Rights" é um dos melhores trabalhos sobre DA. É um texto complexo, mas o esforço de lê-lo e entendê-lo vale a pena. Todos aqueles interessados seriamente nesses assuntos deveriam ler essa defesa rigorosamente argumentada dos DA. 

Ele começa com alguns conceitos centrais da teoria de valor inerente, os mesmos conceitos que tem desempenhado um papel importante e significativo no progresso da liberdade civil humana desde o século 17, as quais começaram a se estender aos não-humanos durante o século 19. 

A noção de valor inerente continua a ser vital e importante para o progresso em ambos direitos humanos e animais. Um livro de Regan menos difícil de ler e ainda informativo é "The Struggle for Animal Rights". 
Pode ser que alguns queiram primeiro ler esse livro antes de tentar outro livro mais difícil de Regan. 

PETER SINGER — Professor de Filosofia da Universidade Monash em Melbourne – Australia. 

Singer é mais conhecido pelo seu livro "Libertação Animal", provavelmente o livro mais lido sobre a filosofia dos DA. Singer, ao contrario de Regan, não é um abolicionista como muitas pessoas podem pensar incorretamente. Sua postura utilitária considera a possibilidade ou necessidade de matar animais sob certas circunstancias. 

O que se deixa de perceber é que os abusos claros e evidentes abrangem tanta coisa que ambos Regan e Singer compartilham pontos de vista em mais questões do que eles discordam entre si. Outros livros importantes de Singer incluem "In Defense of Animals"  e "Animal Factories". 

MARY MIDGLEY — Professora Acadêmica de Filosofia na University de Newcastle. 

Seu livro "Beast and Man" não tem tido a atenção que merece. Ela lida com os fatos atuais da biologia e etologia diretamente para criar um argumento ético para o tratamento respeitoso dos animais que encara com seriedade as descobertas cientificas e as idéias sobre os animais. 

A "bifurcação de Hume" (ou assim chamada divisão lógica) entre fatos e valores é aqui cuidadosamente examinada com a observação de que nos mesmos somos primeiramente "animais" e que as similaridades entre nos e outros animais é mais importante e relevante para a nossa ética e auto-conhecimento do que as diferenças tantas vezes exageradas. 

CAROL ADAMS – Escritora. 

Seu livro "The Sexual Politics of Meat" tem sido uma valiosa contribuição com a combinação de análises éticas e culturais e distinguindo as implicações políticas das metáforas que empregamos sem perceber. As metáforas primarias que ela analisa em seu livro se relacionam com a carne. 

Tais metáforas tem sido aplicadas às mulheres, mas seu aspecto mais traiçoeiro é a maneira como ela esconde o ser vivo que está sendo morto para a produção da carne. Em vez de "vaca", nos temos "bife" em nossos pratos. Adams argumenta que o sistema que mata animais é o mesmo sistema que oprime as mulheres; portanto há uma impressionante relação entre vegetarianismo e feminismo. 

RICHARD RYDER — Psicólogo Clinico sênior do Hospital Warneford em Oxford. 

Ryder foi quem deu origem ao termo "especismo". O livro de Ryder "Animal Revolution" fornece uma perspectiva histórica e uma analise critica da situação e das atitudes para com os  animais. 

HENRY SALT — 1851-1939. 

Salt foi um reformador social extraordinário que patrocinou a reforma humanitária das escolas, prisões, sociedade, e o tratamento aos animais. Ele também exerceu uma influencia critica e importante sobre Gandhi. 

Seu livro "Animals' Rights" foi o primeiro a usar esse titulo e nele ele dá voz a quase todos os argumentos essenciais dos DA que temos visto sendo refinados e aperfeiçoados hoje em dia. O livro provê uma biografia excelente dos escritores europeus que o precederam nas questões animais durante os séculos 18 e 19. 

VICTORIA MORAN — Escritora. 

O livro de Moran "Compassion the Ultimate Ethic" presta uma bela contribuição à base dos DA pelo lado menos discursivo e mais intuitivo e fundamental. 

MARJORIE SPIEGEL – Escritora. 

O livro de Spiegel "The Dreaded Comparison" é um volume pequeno mas que corajosamente compara o tratamento dos escravos africanos e o tratamento dos animais não-humanos. Em textos e figuras, Spiegel revela extraordinárias similaridades entre os dois sistemas de opressão. 

Uma figura de escravos apertados em um navio negreiro é comparada com uma fotografia de galinhas poedeiras. Uma figura de uma mulher com uma mordaça é mostrada ao lado de uma figura de um cão com outra mordaça. Os paralelos são impressionantes e reveladores. Poucos escritores foram tão francos ou claros como Spiegel na comparação da crueldade aos animais com o trafico de seres humanos.  TA 

É difícil criar uma lista de Quem é Quem em um tamanho razoável. Aqui estão outras pessoas proeminentes: 

STEPHEN R. L. CLARK – Professor de Filosofia da Universidade de  Liverpool. 

MICHAEL W. FOX – Vice-Presidente da Humane Society of the US,  veterinário nacionalmente conhecido e ativista dos DA. 

RONNIE LEE – Fundador do Libertação Animal Front (ALF). 

JIM MASON — Advogado e jornalista. 

INGRID NEWKIRK – Co-fundadora do People for the Ethical Treatment of Animals (PETA); ativista proeminente. 

ALEX PACHECO – Co-fundador do PETA; foi quem expôs o abuso aos macacos de Silver Spring. 

"VALERIE" — Fundadora da ALF nos EUA. 
DG 

Please follow and like us: