Em entrevista ao site de VEJA, o premiado escritor americano conta por que decidiu se aventurar pela não-ficção com Comer Animais, um libelo contra a produção industrializada de carne