Reportagens e depoimentos

Grupo que amplia o vegetarianismo para além da restrição alimentar já tem mais opções de produtos

23 de janeiro de 2010 Veganos não comem carne, não bebem leite, não vestem couro, não consomem mel nem tomam remédio. Alguns deixam até de ir ao cinema. Esse grupo, que vem ganhando mais adeptos no Brasil, leva o vegetarianismo às últimas consequências, o que, trocado em miúdos, significa banir do cotidiano todo e qualquer produto que tenha sido fabricado com algum tipo de matéria-prima animal ou testado em bichos. Essas restrições são coerentes com uma filosofia de vida que procura evitar o sofrimento ou a exploração dos animais. Obviamente, os veganos boicotam também atividades como rodeios, touradas e circo.

100 Mulheres maravilhosas completam a frase NÃO SOU MAIS UMA, SOU UMA PORQUÊ…

GISELA RAO Tudo começou com uma pesquisa que fizemos com nossas leitoras na qual descobrimos que elas queriam ser únicas e, ao mesmo tempo, pertencer a um grupo de mulheres que estavam no mesmo barco. Foi com essas informações – puxando para um lado e para o outro – que a premiada publicitária Margit Junginger criou nosso novo conceito: Não sou mais uma, sou UMA. Aliás, mais do que uma idéia, uma campanha que valoriza a nossa auto-estima. Nestas páginas, você vai conhecer as primeiras 100 mulheres incríveis – artistas, empresárias, profissionais liberais, leitoras – que de cara se identificaram

Ode ao Cacupé

Escrita na varanda. Em guardanapos Pela dupla caipira Isa & Mara   Ó querido Cacupé! Aqui eu finquei meu pé! Na varanda um bom café Na casinha de Mané Só silêncio, só beleza No meio da natureza!   Aqui não tem caminhão Também não passa avião Só tem muito passarinho Piando e chegando pertinho Dando mergulho rasante Entre a mata verdejante.   Beija-flor beijando a flor Borboleta colorida Isso sim é que é vida Cheia de paz e de amor!   Não tem cheiro de poeira Muito menos gasolina Não tem grito nem buzina Nem pressa, nem correria Tem é

Por que sou vegetariana – Marly Winckler

Marly Winckler é socióloga e tradutora. Vegetariana desde 1982, criou o Sítio Vegetariano (www.vegetarianismo.com.br) e modera as listas de discussão sobre vegetarianismo veg-brasil e veg-latina. É Coordenadora para a América Latina e o Caribe da União Vegetariana Internacional (IVU – www.ivu.org/latin-america.html, com sede na Inglaterra. Preside a Sociedade Vegetariana Brasileira (www.svb.org.br) e o 36o  Congresso Vegetariano Mundial. É autora do livro Vegetarianismo – Elementos para uma Conversa Sobre. Tradutora de Libertação Animal, de Peter Singer, o livro considerado a bíblia do movimento de libertação animal e do livro A dieta saudável dos vegetais, de Vesanto Melina, Brenda Davis e Victoria