4. Esses grupos de DA não são hipócritas de clamar direitos para os animais e não dar direitos aos

4.  Esses grupos de DA não são hipócritas de clamar direitos para os animais e não dar direitos aos insetos e as plantas?

Os argumentos hipócritas são usado de várias maneiras. A maneira mais comum é a que segue:  "É hipocrisia clamar direitos para uma vaca mas não para uma planta, portanto, vacas não devem ter direitos." 

Argumentos desse tipo são freqüentemente usados contra os DA. Não é  necessária muita análise para ver que isso é um argumento fraco. Primeiro, alguém pode dizer que a hipótese A (animais têm direitos) implica 
que a hipótese B (plantas e insetos têm direitos) é verdadeira.  Se alguém propõe A e não propõe B, esse alguém é hipócrita, mas isso não  torna a hipótese A necessariamente falsa. Certamente, propor A e não propor  B leva ao questionamento da credibilidade da pessoa, mas não assegura nada  quanto à validade de A. 

Segundo, a alegação de hipocrisia é freqüentemente infundada. No exemplo  acima, há base para se distinguir vacas e plantas (plantas não possuem sistema  nervoso central), então a acusação de hipocrisia é injusta. Alguém pode  discordar do critério, mas a própria existência desse critério anula a  acusação de hipocrisia. 
Finalmente, a acusação de hipocrisia pode ser reduzida na maioria dos casos  ao simples "especismo". Por exemplo, a dita frase pode ser reescrita 
assim: 

"É hipócrita clamar pelos direitos de um humano mas negá-los a uma planta,  portanto, humanos não possuem direitos." 

Para escapar desse método de redução ao absurdo na primeira frase, a pessoa  deve mostrar a diferença relevante entre vacas e humanos, em outras palavras,  a pessoa deve justificar a concessão de direitos para humanos e não para vacas. (Na questão 24, aplicamos o mesmo tipo de argumento contra a  acusação de hipocrisia relacionada ao aborto. Para questões especificas  relacionadas aos insetos e as plantas, veja as questões 39 a 46). 

Por fim, devemos nos perguntar quem realmente é o hipócrita.  O seguinte texto de Michael W. Fox descreve o tratamento grosseiramente  hipócrita que é dado aos animais explorados em relação aos animais de 
estimação. 
DG 

Os animais para abate podem ser mantidos presos em grupos de cinco em uma  única gaiola pouco maior que uma folha de jornal, amarrados, castrados sem anestesia, ou marcados com um ferro incandescente. Um dono de cachorro seria processado por tratar um animal de estimação dessa maneira;  um presidente americano foi, de fato, censurado moralmente por meramente puxar as orelhas de seus dois cães beagles. 
Michael W. Fox (Vice-Presidente da Humane Society of US) 

Veja também: 24, 39 – 46 

Please follow and like us: